Free Fire: O que está por traz do Battle Royale mais popular do Brasil

Jose Ricardo
09/07/2020
4 min.
Anúncio

Os jogos para celular estão dominando o cenário dos games no Brasil,
representando mais de 100 milhões de downloads na Play Store e na App
Store.

O Free Fire lançado em 2017, mas tornou-se rapidamente um dos jogos eletrônicos mais
jogados no mundo, com mais de 50 milhões de usuários simultâneos. Em julho
de 2019, a transmissão da final da Liga Brasileira de Free Fire teve uma
audiência de aproximadamente 800 mil pessoas simultaneamente.

Anúncio

Atualmente ele lidera o cenário brasileiro de jogos para celular. Ele
também foi reconhecido como o game mais moderno para Android de 2019.

Origem

O Free Fire foi criado por uma pequena desenvolvedora de games no
Vietnã, sendo depois adquirido pela Garena. A empresa vietnamita 111dots
criou a versão beta do jogo inicialmente para competir com outra empresa de
games local.

Atualmente, a 111dots ainda faz parte do desenvolvimento do Free Fire,
permanecendo como sede do servidor do jogo no Vietnã.

A acessibilidade do jogo se deve à sua jogabilidade simples e à
facilidade em utilizar os comandos na tela, tornando-se compatível inclusive a
celulares mais comuns.

Hoje, o CEO da Garena, Forrest Li, é o segundo empresário no mundo a
se tornar bilionário através do mercado de videogames, ficando atrás apenas
de Tim Sweeney, fundador da Epic Games (Desenvolvedora do jogo Fortnite).

Crescimento

Os jogos para celular no estilo Battle Royale têm atraído um público
cada vez maior, devido à forte cultura militarizada presente em países com
histórico de guerras e à busca por aventuras.

Esse modo de jogo se consolidou devido ao sucesso de games como,
PUBG Mobile (Player Unknown’s Battlegrounds) e Fortnite.
Algumas configurações do Free Fire são as principais responsáveis por
sua grande adesão por parte de pessoas de todas as idades e classes sociais:

  • Facilidade em adquirir: Por ser um aplicativo gratuito e estar disponíveis
    tanto para Android quanto iOS, não é preciso muita tecnologia nem
    muitos equipamentos para começar a jogar o Free Fire;
  • Interface simples: O jogo é bastante intuitivo e de fácil entendimento,
    possibilitando, por exemplo, que o jogador iniciante tenha muitas
    oportunidades de crescimento no game;
  • Partidas curtas: As partidas do jogo possuem uma duração de cerca de
    20 minutos. São 50 jogadores lutando para sobreviver em um território
    hostil. À medida que o tempo passa, a área segura do cenário diminui,
    fazendo com que os jogadores se enfrentem em algum momento. O
    objetivo do jogo é basicamente sobreviver;
  • Atualizações regulares e eventos atrativos: A Garena sempre investe em
    novas atualizações para o jogo, assim como a criação de diversos
    eventos e promoções para que os jogadores recebam prêmios
    exclusivos. Os eventos ocorrem em um intervalo de aproximadamente
    15 dias, disponibilizando novas skins e itens únicos, que muitas vezes
    só podem ser adquiridos com diamantes. 
  •   Interatividade entre jogadores: O Free Fire possui um sistema de
    comunicação semelhante ao Whatsapp, pelo qual os usuários podem
    ser comunicar com seus amigos durante as partidas.

Sucesso

Já em 2018, o Free Fire passou a liderar ranking de downloads de jogos em cerca de 20 países. O sucesso entre o público brasileiro também é devido à acessibilidade do jogo em celulares de baixo custo.

O Free Fire também foi considerado, em 2018, o aplicativo mais rentável
no país. Sua popularidade motivou a criação de um servidor apenas para o
Brasil.

A desenvolvedora também incorporou personagens brasileiros ao game,
o Miguel (inspirado no protagonista de Tropa de Elite) e o Alok (Inspirado no DJ
brasileiro), além de um local no mapa purgatório chamado Brasília, atraindo
ainda mais usuários.

Mesmo com tanto sucesso, o competitivo do Free Fire na eSports ainda
está em processo de construção. Ainda assim, os campeonatos promovidos
pela desenvolvedora do jogo ganha mais espectadores a cada dia.

O jogo recebeu o prêmio de “Melhor jogo do ano” em 2019, em uma das
mais importantes premiações do cenário de jogos eletrônicos no Brasil, o
Prêmio eSports Brasil.

No mesmo ano, o Free Fire também foi eleito o “Melhor jogo de
eSports”, na Brazil Game Awards. O mesmo evento premiou o jogador do time
Corinthians Free Fire, Nobru Goes, com o troféu de “Melhor Pro Player do
Brasil”.

Recentemente o jogo teve um lucro de aproximadamente de U$35
milhões de dólares, sendo os dispositivos Android responsáveis por cerca de
70% desse valor.

Além de todos os prêmios, lucros e reconhecimentos recebidos em
2019, o jogo fechou o ano sendo considerado o jogo mais baixado do mundo.

A competição do Free Fire realizada no Brasil foi uma das primeiras do
jogo, e o cenário competitivo no país, apesar de ainda estar em
desenvolvimento, tem crescido de forma considerável.

Liga Brasileira de Free Fire (LBFF)

A primeira equipe a ter um bom desempenho na LBFF foi a Tropa M3C,
tornando-se campeã e garantindo o direito de disputar a Copa do Mundo de
Free Fire.

A Liga Brasileira de Free Fire, antiga Pro League Brazil, é o campeonato
mais importante do jogo no Brasil. As competições podem ser acompanhadas
através do canal oficial da Garena no Youtube ou pela plataforma de streaming
BOOYAH!, também criada pela desenvolvedora.

Os torneios de Free Fire têm atraído a atenção de grandes
organizações, que atuam tanto no patrocínio quanto na competição em si,
como no caso de times como Flamengo e Corinthians.

A equipe Corinthians teve uma grande participação no Free Fire World
Series 2019, tornando-se a campeã. Assim como o Corinthians, o Flamengo
Esports também pretende ingressar nas competições de Free Fire.

Os torneios de Free Fire sediados no Brasil também têm recebido muita
atenção do público. A final do Free Fire World Series (realizada no Rio de
Janeiro), pro exemplo, contou com mais de 2 milhões de espectadores.

O bom desempenho das equipes brasileiras tem contribuído ainda mais
para a popularização do jogo no Brasil, atraindo ainda mais a atenção de
usuários e empresas, expandindo consideravelmente o mercado de games no
país.

Devido ao sucesso repentino do mercado de jogos eletrônicos para
celular, existe ainda muito espaço para crescimento, mesmo para quem ainda
está ingressando na área.

 

Anúncio

O Pixnel trás diariamente artigos sobre os mais variados temas. De Curiosidades interessantes a dicas relacionadas a jogos e aplicativos. Sinta-se a vontade para nos enviar sugestões por nossa aba de contato ou através das redes sociais.

E-mail: [email protected]
Facebook Pinterest
Inicio Contato Isenção de responsabilidade e direitos autorais Política de Privacidade